arquivo

Colaborações

Entrevista para a TV Brics

Durante minha residência artística no CCI Fabrika, realizei uma série de 03 palestras sobre os seguintes temas: documentários brasileiros, vídeo arte brasileira e documentários feitos por vídeo artistas.

A TV BRICS fez uma matéria sobre essas palestras e uma entrevista comigo:

 

During my residency at CCI Fabrika, I accomplished a series of three lectures about the following topics: Brazilian documentaries, Brazilian video art and documentaries made by video artists.

The TV BRICS made a reportage about it and an interview with me.

Interview TV Brics

Observatório de Remoções

Entre 2015 e 2016 fiz parte da equipe do Observatório de Remoções, um projeto desenvolvido pelo LABCidade (Laboratórios do Espaço Público e Direito à Cidade), LABHAB (Laboratório de Habitação) da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo,  Universidade Federal do ABC e com apoio da Fundação Ford.

Um dos objetivos do projeto é o mapeamento, em diferentes escalas, de grupos com alto grau de vulnerabilidade socioambiental impactados por remoções urbanas involuntárias decorrentes da implantação de projetos de desenvolvimento, conflitos fundiários coletivos e incidência de riscos geológicos.

Junto à equipe do Observatório de Remoções, desenvolvi uma série de 08 mini-documentários que retratam algumas das ações do grupo.

Mais informações sobre o Observatório de Remoções:

https://www.observatorioderemocoes.fau.usp.br

https://www.facebook.com/observatorioderemocoes

 


 

Museu dos [corpos] Invisíveis

Um documentário colaborativo sobre a cidade de São Paulo pensada como um campo de embate entre visibilidade e invisibilidade. Dividido em cinco blocos temáticos, coloca foco nos corpos que a historiografia tradicional subtraiu do discurso sobre a cidade: mulheres, homossexuais, trans, negros, os moradores da periferia, os sem-teto e o poder biopolítico.

Discute: sexualidade, feminismo e políticas de gênero, segregação racial, periferia, vigilância, emergência, tribos queer e a vida nas ruas. O documentário é composto por entrevistas com artistas, ativistas e pensadores, somadas a imagens produzidas por um grupo de alunos do curso de Design da FAUUSP.

Um projeto de Giselle Beiguelman e Lucas Bambozzi
SP_Urban Digital Festival 2016

Câmera e edição:
Lucas Bambozzi e Lucas Gervilla

Produção:
Maya Messina

Exibição de Museu dos [corpos] Invisíveis na Cinemateca Brasileira.